Abrappe premia em SP as melhores empresas em prevenção de perdas de 2019

Abrappe premia em SP as melhores empresas em prevenção de perdas de 2019

 

Com a presença de mais de 80 convidados, a Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe) promoveu, no dia 21 de novembro, na Churrascaria Fogo de Chão, unidade dos Jardins, em São Paulo, o Prêmio Abrappe 2019. O Super Prêmio de Prevenção de Perdas ficou com a Petz, uma das maiores redes de pet shops do país, que também ganhou o melhor Prêmio Nacional na categoria Outros. A entidade, que completou seu primeiro ano em setembro último, ainda contemplou o SuperLuna, Drogarias Globo e a Cybelar como os ganhadores, respectivamente, nas categorias de Supermercados, Farma e Perda Ampliada.

 

Os cases participantes foram avaliados em duas fases por um corpo de julgadores formado por profissionais da própria Abrappe. Na primeira etapa a avaliação foi feita nas reuniões regionais. Todas as companhias responderam a quatro questões básicas, que buscaram avaliar os principais indicadores de perdas, o que foi implementado em cultura, processos e tecnologia, os resultados desse trabalho e a situação atual das perdas com o modelo de gestão adotado.

 

Apenas os dez melhores cases, segundo Carlos Eduardo Santos, presidente da Abrappe, foram selecionados para o grupo de finalistas, cujos vencedores foram reconhecidos no dia 21. “Esperávamos um maior número de empresas participantes, porque o tema é de extrema importância para as redes varejistas otimizarem seus ganhos. Mas percebemos o crescimento do nível de maturidade das companhias quando o assunto é prevenção de perdas. E, felizmente, temos obtido êxito em tornar a área estratégica e que contribui, de forma sustentável, para o aumento da rentabilidade dos negócios”, define Santos.

Para Paulo Rogério Ribeiro da Silva, gerente de Inteligência em Risco, Auditoria, Proteção do Lucro e Inteligência em Segurança Patrimonial da Petz, a conquista do prêmio demonstra o quanto a empresa está cada vez próxima da sua meta de excelência operacional. “Ganhar o prêmio, diante de tantos players importantes do cenário brasileiro, nos faz ter certeza das fortalezas conquistadas e nos torna cada vez mais destemidos dos desafios que estão por vir na área de prevenção de perdas”, justifica o executivo.

 

O Petz, segundo a Abrappe, foi premiado por desenvolver um sistema próprio para medição e aferição de perdas, implementar a padronização dos dados e indicadores, além de criar um comitê multidisciplinar para discutir as perdas e promover um redesenho de controles e processos com maior eficiência na frente de caixa.

 

Redução na perda ampliada

 

Uma das maiores redes varejistas do interior do país, a Cybelar, com mais de 100 lojas e um centro de distribuição com 17 mil metros quadrados na cidade paulista de Tietê, faturou o título na categoria Perda Ampliada. “A companhia é premiada por sua atuação na prevenção de perdas nas diversas linhas de despesa, gerando economia, eficiência e otimização dos recursos, com a aplicação prática do conceito da perda ampliada”, destaca a associação.

 

“O prêmio é de extrema importância para a companhia. A nossa área de prevenção de perdas é jovem. Começou em 2013 e em seis anos ter o reconhecimento da Abrappe é de suma importância e de grande alegria para nós. E serve para homologar que estamos no caminho certo e precisamos ser ainda mais assertivos para buscar o bicampeonato em 2020”, destaca Robinson Dourado, gerente de Prevenção de Perdas, Auditoria e Logística da Cybelar.

 

De acordo com Dourado, é de ressaltar que o engajamento da diretoria, em especial do presidente Ubirajara Pasquotto, foi fundamental para o incremento da cultura de prevenção de perdas na Cybelar. “A área de prevenção nasceu dentro da presidência e isso faz toda a diferença”, destaca o gerente. Ele lembra que em 2013 as perdas no estoque chegavam a 7,5%. “Um número inimaginável para qualquer varejo”, lembra. Um ano depois, esse índice caiu vertiginosamente para 1,4%. “Foi um resultado muito interessante, mas queríamos melhorar ainda mais. Baixamos os números ano a ano e chegamos em 2017 a 0,18%. E, apesar de ser um pouco mais alto, queremos fechar 2019 em 0,20%, mas já trabalhando firme para reduzir em 2020”, completa Dourado.

 

As perdas com avarias no estoque também vão caindo. O índice de 1% há seis anos reduziu-se para 0,03% em 2018. A prevenção de perdas, como diz Dourado, foi elevado a um nível maior. Lá, as áreas são divididas em módulos. Quando elas atingem as metas estabelecidas passam a funcionar no piloto automático, com revisões quinzenais, mensais ou de acordo com as necessidades. “Assim, passamos a trabalhar com o projeto de perda ampliada em áreas que não eram visitadas, mas enxergávamos com potencial para que as perdas fossem reduzidas”, lembra o executivo.

 

Dourado lembra, por exemplo, que durante anos a Cybelar trabalhava com bobinas de papel e sacolas de presentes. “Comprávamos sempre os mesmos modelos, as mesmas cores, com as mesmas quantidades e qualidade. Mas desenvolvemos um projeto para entender todo o processo. Identificamos uma sacola pequena com 0,8 de gramatura, com capacidade para comportar até 16 kg de carga. Mas os produtos que comercializamos são extremamente leves. Trocamos a gramatura e conseguimos uma economia final de 70% no custo. Fizemos o mesmo com o papel de presente. Mudamos, em parceria com o Departamento de Marketing, a gramatura, invertemos a cor predominante e o jateamento do papel. Conseguimos uma redução de 78%”, compara. “Perda ampliada é isso. Buscar reduzir as perdas, que vão além das perdas tradicionais, gerando lucro para a empresa”, completa.

 

Reconhecimento no varejo farma

 

Com uma atuação direcionada pelos riscos corporativos em diversas linhas e indicadores que possuem correlação com perdas que potencializam a redução de perdas, principalmente na cadeia de suprimentos, a Drogarias Globo, presente no Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão, Pará e Bahia, foi eleita como o Melhor Case no varejo farmacêutico. “No final de 2017, reduzir as perdas era nosso maior desafio, mas sabíamos que o problema tinha solução. Só dependia da nossa gente e que se trabalhássemos forte com o tema, cuidando da mercadoria em todo fluxo da cadeia de suprimentos, conseguiríamos vencer essa batalha”, lembra Edson Nunes Ferreira, gerente corporativo de Prevenção de Perdas da Globo.

 

Para atingir o objetivo, Ferreira lembra que a companhia trabalhou forte na reestruturação do departamento e dos processos internos que potencializam as quebras e perdas. Com mapeamento em mãos, a rede iniciou em 2018 a batalha contra as quebras e perdas focada em quatro grandes projetos, entre eles o de estruturar uma comunicação direta e precisa com os gestores de lojas, sem ruídos e com uma comunicação transparente, onde todos podem focar nos diagnósticos e ter ações estruturadas de redução de quebras e perdas e com velocidade e mapear todos processos da empresa e o que se queria em questão de excelência para o negócio. “Construímos o book de processos e nosso RH treinou todos nossos colaboradores”, lembra o gerente.

Hoje, segundo Ferreira, toda a diretoria da Drogarias Globo está engajada nos assuntos relacionados a prevenção de perdas. “Todos nós temos consciência de que o aumento das quebras e perdas não são boas para a empresa. Elas podem causar desaceleração do crescimento da companhia, oferecer menor possibilidade de promoções e reduzir o lucro do investidor, entre outros impactos negativos”, descreve o gerente de Prevenção de Perdas.

 

De Minas, o ganhador em supermercados

 

Um trabalho focado na redução das ineficiências operacionais com uma forte rotina de treinamentos, workshop e conscientização, além de revisão e estruturação de indicadores adequados para medição e direcionamento em controle de estoque, ruptura, avarias e troca de produtos. Esses foram os principais pontos, apresentados pela Abrappe, para conceder ao SuperLuna o prêmio de Melhor Case de Supermercados em 2019.

 

Rede mineira com lojas em Betim, Igarapé, Brumadinho, Ibireté e Contagem, o SuperLuna também comemora a conquista do prêmio. “O reconhecimento pelo trabalho realizado demostra que estamos fazendo a coisa certa, trilhando o caminho das melhores práticas em prevenção de perdas no nosso segmento, que trazem ótimos resultados financeiros”, afirma Bruno William da Silva, diretor de Operações da empresa. “Todo nosso time está eufórico com o prêmio, pois a dedicação de cada profissional está sendo muito intensa com o projeto. E fiquei muito feliz por poder representá-los no recebimento do prêmio da Abrappe. As boas práticas de prevenção contribuem diretamente para que os resultados no varejo cresçam”, acrescenta o executivo.

 

Personalidades do varejo no Prêmio Abrappe

 

O Prêmio Abrappe 2019 teve como patrocinadores as empresas Contagem, Inventarium, Inventory Brasil, Gunnebo, RGIS, Sensormatic, Orsegup Participações, RP Info e Top Sistemas e foi prestigiado por Marcio Milan (superintendente da Associação Brasileira de Supermercados), Alberto Oyama (diretor da Associação Brasileira de Franchising), Ronald Nosig (vice-presidente da Sociedade Brasileira de Varejo de Consumo), Pompeu Belusci (presidente do Acelera Varejo), Edmundo Lima (diretor-executivo da Associação Brasileira do Varejo Têxtil) e Eugenio Faganholo (consultor da Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico).