Gastos globais com segurança vão crescer 12,4% em 2018 (US$ 114 bilhões)

Gastos globais com segurança vão crescer 12,4% em 2018 (US$ 114 bilhões)

Os gastos globais com produtos e serviços relacionados à segurança da informação vão ultrapassar US$ 114 bilhões, portanto mais de R$ 450 bilhões este ano, numa alta estimada em 12,4% segundo projeções da Gartner. O ritmo deve até arrefecer um pouco, mas se manterá alto em 2019, quando a consultoria acredita que crescerá 8,7%.

Em particular, essas projeções consideram que 10% da demanda por segurança estarão diretamente relacionados a questões de privacidade, com impacto em segmentos específicos como gestão de identidades e prevenção de perdas de dados.

A consultoria já elencara riscos de segurança, necessidades dos negócios e mudanças setoriais como alavancas dos gastos. E na questão da privacidade há um efeito amplo dessas mudanças, notadamente com a entrada em vigor das novas regras sobre privacidade na União Europeia.

A própria forma de aquisição dos serviços de segurança, no entanto, também está em mudança. Segundo a Gartner, ao menos metade dos gastos deve estar relacionada a contratação de ‘segurança como serviço’, ou seja, a oferta dessa necessidade no formato da computação em nuvem.

“Implantações de segurança internas ainda são predominantes, mas a entrega de segurança pela nuvem está invertendo e se tornando a forma preferida por um grande número de tecnologias”, avalia o relatório da consultoria com as projeções de gastos com segurança.