Três dicas para evitar perdas com cancelamento na frente de caixa

Três dicas para evitar perdas com cancelamento na frente de caixa

As perdas estão presentes nos quatro macroprocessos de uma loja, representados pelo recebimento de produtos, estoque, área de vendas e frente de caixa. Em cada um deles encontramos várias causas de perdas cuja relevância pode variar de acordo com o segmento, porém, aquelas oriundas das operações de frente de caixa possuem similaridades, independentemente do setor varejista.

Crédito: iStock

Entre as principais operações geradoras de perdas na frente de caixa, os cancelamentos de venda, que podem ser realizados por item antes do fechamento do cupom fiscal ou por completo após o seu fechamento, merecem atenção especial. Os cancelamentos de venda podem ocorrer em razão de falha operacional, mas também podem ter origem fraudulenta.

Aprovação do cancelamento por alçada superior

Estabeleça em suas políticas que o cancelamento seja aprovado por um colaborador de alçada superior, como um supervisor de caixa. Nesse caso, o responsável pela aprovação avalia o motivo do cancelamento, registra-o para fins de auditoria e criva o documento. Quando o sistema de automação comercial está parametrizado para uma aprovação mediante leitura de cartão, senha e/ou outro meio de identificação, o processo torna-se mais seguro.

Acompanhamento da produtividade

Estabeleça uma política que todo o cancelamento tenha aprovação superior para alguns segmentos. Uma das formas utilizadas é estabelecer um ranking de produtos mais cancelados ou de operadores que mais cancelam, sempre utilizando como base comparativa o tempo de operação X volume de registro de vendas. O objetivo é o de obter o nível médio de registro, identificando colaboradores que estão fora da curva, sendo um indicador de alerta importante para um trabalho específico a ser realizado.

Análise dos cancelamentos X falta de inventário

A sincronização dos bancos de dados de inventário e cancelamento de cupom é uma das formas de auditoria mais eficientes para identificação de fraudes. Esse trabalho consiste no levantamento do histórico de cancelamentos efetuados no período compreendido entre os inventários e, também, das faltas constatadas. Caso sejam identificadas igualdades próximas, isso é, se o número de cancelamento de cupom for semelhante à falta do inventário, a possibilidade de fraude torna-se provável e quando todo o cancelamento é realizado pelo mesmo operador, essa possibilidade é potencializada, porém, cabe um estudo mais detalhado através da adoção de Sindicância Interna para a obtenção de uma parecer mais preciso.